Confira a super matéria no site do OVERMUNDO

Quem acompanhou a cena queer punk no inicio do século 21, provavelmente não poderia imaginar que o cantor cearense Paulo Fraval, um dos performers mais selvagens e avassaladores desta geração, voltaria aos palcos a frente de uma banda cujo amor é um dos temas centrais de seus enredos. 

A voz grave, encorpada e marcante de Paulo surpreende aqueles que o viram quando ainda era frontman de bandas como Solange tô aberta! (extinta banda baiana com a qual rodou o Brasil e boa parte do mundo.) 

Após alguns anos afastado da música, período em que dedicou-se à fotografia e morou em países como Alemanha, Inglaterra e Holanda. Paulo retorna a Fortaleza e volta a cena como vocalista da pujante banda Pistoleira. Uma nítida celebração à sua nordestinidade e à toda pluralidade cultural lindamente aqui encontrada. Com três videoclipes recém lançados, destaque para “Desequilibrada”, eles estão prestes a lançar um novo single que promete ser mais um carro chefe pra banda. Trata-se de uma versão do clássico “Eu tenho pena de você”, hit do cantor e ícone do brega Nordestino José Orlando. 

E as surpresas não param por aí… O single ganhará videoclipe com participação de Alicia Pietá, atriz e ativista, integrante do coletivo “As travestidas” (CE). Tem como não amar? Em meio a tantos retrocessos, inicio minha semana com a feliz sensação de que a Pistoleira será mais um capítulo de sucesso e ousadia na história de Fraval, sorte a nossa!

 

Fonte: http://www.overmundo.com.br/overblog/um-nordestino-muito-alem-da-figura-do-cabra-macho#-overblog-19467

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *